Mostra fotográfica retrata as cores, os tecidos e, sobretudo, os contrastes sociais do país.

A mostra Cores da Índia é composta por 16 fotos coloridas que tem o objetivo de exaltar não somente a perfeita relação entre os contrastes das cores das roupas e das sedas, das pedras preciosas esculpidas em magníficos templos, como também propõe uma reflexão sobre a relação de harmonia existente dentro de tantos contrastes culturais, sociais e religiosos.

Em cartaz de 2 a 16 de maio, a exposição estará aberta à visitação pública gratuita de terça-feira a domingo, no SESI Piracicaba.

O fotógrafo Igor Oliveira viveu por quatro meses em um dos países mais místicos do planeta: a Índia. Os sentidos são aguçados por meio de belas imagens, rostos com expressões intrigantes que trazem momentos de introspecção e conforto a alma, enormes templos erguidos em pedras, que acabam por ganhar contrastes e beleza por intermédio das mãos de artesãos.

As peculiaridades do estilo de vida indiano oferecem uma nova dimensão, a percepção do conceito sobre o novo, libertando de pré-julgamentos e preconceitos a que constantemente as pessoas estão submetidas.

Sobre o fotógrafo

Igor Oliveira é engenheiro e, a partir de 2003, descobriu sua veia artística buscando na fotografia a sua forma de expressão. Hoje, atua nas maiores empresas do país e em diversos segmentos da área, como fotojornalismo e fotos de produtos e eventos sociais. Ele já viajou por diversas partes do mundo, com destaque para Jordânia, Canadá, Espanha e Índia.

Vencedor de concursos, o fotógrafo recebeu dois prêmios pela Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP, além do prêmio no maior concurso internacional, realizado pelo jornal Metro, quando foi um dos cinco finalistas brasileiros escolhidos para representar o país entre mais de 20 países participantes e 55.000 imagens concorrentes. Seu trabalho ficou colocado entre os 100 melhores do concurso.

Em seu mais novo projeto, Igor Oliveira está disponibilizando dicas sobre fotografia básica e avançada, estimulando e aproximando as pessoas do campo da arte, por meio de mídias sociais (YouTube, Blog e Twitter).

Fonte: SESI Piracicaba

Nenhum comentário neste post.

Comente //

Arte

ver todos
Quecorralavoz no Facebook
Quecorralavoz no Twitter
Quecorralavoz no G+
Receba os posts por e-mail